Feirinha do JEPP

Alunos de escolas municipais de Paraíso das Águas expõem produtos desenvolvidos em sala

Evento marca a conclusão da metodologia Jovens Empreendedores Primeiros Passos, executada por meio do programa Cidade Empreendedora

Nos dias 12, 18 e 25 de novembro, foram realizadas as Feirinhas do JEPP em três Escolas Municipais de Paraíso das Águas: Lizete Rivelli, Avó Neguinha e João Candido Paraíso. Alunos do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental, tiveram a oportunidade de apresentar à comunidade, os produtos que desenvolveram em sala de aula, a partir da metodologia Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP).

A iniciativa foi promovida por meio do programa Cidade Empreendedora, executado pela primeira vez em Paraíso das Águas, pelo Sebrae/MS, em parceria com a Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Educação. Com a proposta de possibilitar que as crianças aprendessem sobre inovação e empreendedorismo, o projeto capacitou os professores para que as temáticas fossem trabalhadas com os alunos em sala de aula. Nas três escolas de Paraíso das Águas, 815 alunos participaram do projeto e 39 professores foram capacitados. 

Por meio da metodologia, o tema empreendedorismo foi trabalhado com os estudantes de acordo com a faixa etária e do ano que estão cursando. Por exemplo, com a turma do 1º ano o tema proposto para a ideia de negócios foi o “Mundo das ervas aromáticas”, quando os alunos são estimulados a cultivar hábitos mais saudáveis e, além disso, desenvolveram produtos a partir dessa matéria prima, como sachês perfumados.

De acordo com a gestora estadual do Programa Educação Empreendedora do Sebrae/MS, Priscila Veloso, a metodologia aplicada em cada turma envolveu a criação de produtos e a Feirinha do JEPP reuniu todos eles. “A ação vem estimular confraternização entre a comunidade escolar e é um momento que representa todo o trabalho que os professores desenvolveram com os alunos no decorrer do ano e, dentro dessa proposta, os estudantes têm a oportunidade de vender os produtos e ter a vivência do que é o empreendedorismo e como pode ser colocado em prática”, ressaltou Priscila.

Larissa Cristina Lourenço, aluna da Escola Municipal Professora Lizete Rivelli Alpe Polo, comentou que a metodologia foi dinâmica e divertida. “Para a Ferinha do JEEP, eu fiz itens de decoração como vasos e potes. Na confecção usei materiais que encontrei na minha casa ou eram de baixo custo, como papel machê, papel reciclável, gesso e tinta para colorir. Aprendi que não preciso gastar muito dinheiro para produzir algo que vai me gerar renda”, disse Larissa.

Segundo Luciane Denise Bento, diretora da Escola Municipal Professora Lizete Rivelli Alpe Polo, a metodologia proporcionou momentos lúdicos com os alunos e despertou a curiosidade. “Foi muito agradável e compensador ver as crianças produzindo cada um dos trabalhos com muita garra. Os professores se dedicaram muito, nós conseguimos perceber que eles desenvolveram o espírito empreendedor. Poder aplicar o JEPP aqui na escola foi uma satisfação enorme”, pontuou a diretora.

Para Isnara Silva, aluna da Escola Municipal Avó Neguinha, o incentivo dos professores e da família foi essencial para o desenvolvimento dos projetos. “Aprendi coisas muito legais e diferentes, vi que posso ser uma grande empreendedora se seguir boas dicas e realizar boas práticas. Os professores nos ajudaram bastante no processo. Eu achei bem complicado no início, mas eu tive todo o apoio que precisei, consegui finalizar o meu produto e vendi uma boa parte”, comemorou Isnara.

Mais informações sobre o programa Cidade Empreendedora podem ser obtidas pelo número 0800 570 0800.