PIB

Micro e pequenas empresas representam 34% do PIB de MS

Estudo elaborado pelo Sebrae e FGV confirma a relevância do segmento para a economia

As micro e pequenas empresas (MPE) vêm desempenhando um papel cada vez mais estratégico na economia, e hoje já respondem por 34% do valor adicionado ao Produto Interno Bruto (PIB) de Mato Grosso do Sul. Os dados são do estudo “Participação das MPE na economia nacional e regional”, elaborado pelo Sebrae e Fundação Getúlio Vargas e divulgado em março deste ano.

Segundo o levantamento, a força das MPE no estado é notada principalmente nas atividades de Comércio e Serviços. Em 2017, ano analisado pelo estudo, as micro e pequenas empresas de Comércio representavam 16% do PIB de MS, já as de Serviços, 11,9%.

Conforme análise do Sebrae, as características próprias desses segmentos, e o fato de estarem presentes em todos os bairros, de todos municípios brasileiros, possibilitam que as empresas de menor porte sejam competitivas e de importância fundamental na dinâmica econômica do país.

O levantamento analisou bases do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para mapear o segmento das micro e pequenas empresas de forma agregada, nos anos de 2014, 2015, 2016 e 2017, para todas as 27 Unidades da Federação por atividades econômicas. Os interessados podem conferir a pesquisa na íntegra no DataSebrae.

Valorize os pequenos negócios

Em relação à representatividade, a importância das MPE é ainda mais significativa para a economia. Atualmente, os pequenos negócios representam 87,7% do total de 239 mil empresas do estado, de acordo com dados da Receita Federal de novembro de 2019.

Tags: PIB, Pequenos Negócios