COVID 19

Sebrae/MS apoia ações de prevenção ao novo coronavírus

Entidade participa de reunião do setor produtivo visando reduzir impactos da pandemia na saúde e economia do Estado

Representantes do setor produtivo discutem ações para conter avanço do coronavírus em MSBuscando alinhar ações de prevenção ao novo coronavírus (Covid-19) e verificar formas de reduzir os impactos da pandemia na economia do Estado, o Sebrae/MS participou nesta segunda-feira (16) da reunião convocada pelo setor produtivo de Mato Grosso do Sul, junto ao Comitê de Monitoramento de Crise (CMC). O encontro ocorreu no Edifício Casa da Indústria, em Campo Grande.

Na reunião, instituições como Fiems, Fecomércio, Famasul, Governo do Estado, UFMS, entre outras, discutiram propostas e alinharam uma rede de atuação. As ações – como recomendações sobre uso do transporte público, higiene de estabelecimentos, entre outras – foram municiadas pelo Comitê de Monitoramento de Crise, criado em 2008 em Mato Grosso do Sul para auxiliar o setor produtivo com informações sobre os efeitos de crises econômicas.

Além da preocupação com o sistema de saúde, o presidente do Sistema Fiems e presidente do Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae/MS, Sérgio Longen, apresentou dados sobre os impactos na economia sul-mato-grossense. Segundo ele, levantamento do Radar Industrial apontou uma perda de R$ 23 milhões a R$ 70 milhões no PIB (Produto Interno Bruto) de MS por dia útil de restrição, considerando desde o cenário mais moderado ao mais severo. 

“Diante disso, decidimos convocar o CMC para organizarmos as ações em vários setores e nos municípios. Essa reunião teve como objetivo organizar as ações e levar ao conhecimento do público o que está sendo feito”, disse.

Orientações aos pequenos negócios

Segundo o superintendente do Sebrae/MS, Claudio Mendonça, os pequenos negócios devem tomar medidas para prevenir a disseminação do vírus e também rever a gestão da empresa, preparando-a para o novo cenário. “É o momento do empresário tomar cuidados em gestão financeira, buscar a venda online ou o delivery. São novos canais para atuar preservando a saúde das pessoas e como uma alternativa para o negócio”.

Conforme publicação elaborada pelo Sebrae com orientações aos empresários, é necessário ter atenção com a saúde dos colaboradores, dos clientes e quanto às mudanças na gestão do negócio.  Entre elas, é preciso mostrar as boas práticas de higiene e manter os funcionários informados sobre o covid-19, mostrando compromisso e seriedade em relação ao cenário da doença.

Para cuidar da saúde dos clientes, os negócios em ambientes físicos também devem verificar possíveis adequações como ventilação, álcool gel, drive-thru e controle de acesso em um cenário emergencial. Outra recomendação são as novas formas de atendimento, como WhatsApp e prestação de serviços online. É importante ser transparente, informando sobre eventuais impossibilidades de atendimento de pedidos e prestação de serviços.

Quanto à gestão, os negócios devem se atentar a pontos como Caixa; Faturamento; Redução de despesas; Falta de insumos e mercadorias; Planejamento e Cuidados.

Em Mato Grosso do Sul, as micro e pequenas empresas contam com o Sebrae para atravessar o momento, por meio de conteúdos digitais e orientações empresariais à distância. Para mais informações, o atendimento é feito pelo telefone 0800 570 0800, no Whatsapp pelo número (67) 99269-2587 – também acessado no link; além de materiais gratuitos no site.

Tags: Coronavírus, Economia, Pequenos Negócios, Saúde